FFW: Première de O Grande Gatsby!

Pôster do filme “O Grande Gatsby”, dirigido por Baz Luhrmann ©Reprodução

“O Grande Gatsby”, longa-metragem dirigido pelo australiano Baz Luhrmann, estreia nesta sexta-feira (07.06) no Brasil. O filme, baseado na obra publicada por F. Scott Fitzgerald, é situado em 1922 e narrado por Nick Carraway, personagem vivido por Tobey Maguire, que testemunha o conturbado romance entre Jay Gatsby (Leonardo DiCaprio) e Daisy Buchanan (Carey Mulligan).

O figurino de “O Grande Gatsby”, desenvolvido por Catherine Martin com a colaboração de Miuccia Prada, foi revelado pela primeira vez em janeiro deste ano e, de fato, é a parte mais deslumbrante do longa-metragem. De acordo com a “Vogue” britânica, a parceria rendeu cerca de 40 modelos, que, em sua maioria, foram produzidos a partir dos arquivos da Prada e da Miu Miu.

Em virtude do período histórico, o figurino feminino da nova versão de “O Grande Gatsby” traz mulheres recém-libertas do espartilho, com vestidos de silhueta tubular que deixam braços e parte das pernas à mostra. Maquiagem e cabelo, belamente executados, diga-se de passagem, seguem a “cartilha” de Louise Brooks, Gloria Swanson e Josephine Baker: na boca, tons avermelhados, como o carmim, e nos olhos, muito rímel; já os cabelos, curtos e com pontinhas saindo das orelhas até a maçã do rosto e com acessórios como tiaras e lenços.

Pôsteres de “O Grande Gatsby” que evidenciam a beleza das personagens de Carey Mulligan e Isla Fisher ©Reprodução

As peças do figurino, confeccionadas em diversos tecidos, como veludo e variações de seda, trazem aplicações de cristais, paetês e franjas, além de peles. “Nossa colaboração com [Miuccia] Prada remete ao gosto europeu que estava surgindo entre a aristocracia da Costa Leste [dos Estados Unidos] nos anos 1920”, comentou Catherine Martin, que ainda adicionou: “A moda desse tempo viu o desenvolvimento de uma dicotomia entre aqueles que aspiravam ao look dos privilegiados da Ivy League [grupo de oito universidades privadas do Nordeste dos Estados Unidos], e aqueles que aspiravam ao glamour europeu, sofisticação e decadência”.

A verdade é que a moda adotada até o final da década de 1920 reflete realmente o momento de prosperidade pelo qual passava a sociedade americana, enriquecida após a Primeira Guerra Mundial, mas que acabou em 29 de outubro de 1929, com a quebra da Bolsa de Valores de Nova York. Assim, a atmosfera do filme, permeada pela trilha sonora moderna criada por Jay-Z, é de riqueza, luxo e euforia, que são apresentados em especial a partir das grandes festas oferecidas por Gatsby. Os personagens masculinos são, indiscutivelmente, maioria, mas seus figurinos não diferem muito entre si: smoking, ternos e flores e lenços na lapela, enquanto os papeis femininos, preenchidos por Mulligan, Isla Fisher e Elizabeth Debicki carregam a tal sofisticação a que Martin se referiu.

DiCaprio, Carey Mulligan, Joel Edgerton e Tobey Maguire em cena de “O Grande Gatsby” ©Reprodução

Voltando ao filme, inclusive ao seu roteiro e à sua produção, a “Folha de S.Paulo” afirmou que parece “um grande comercial de champanhe. Ou de joias. Ou de roupas”, mas que, mesmo assim, os patrocinadores estavam preocupados com o desempenho do mesmo nas bilheterias, já que Luhrmann nunca teve um longa-metragem que rendesse mais de US$ 100 milhões (R$ 200 milhões). Em “O Grande Gatsby”, assim como ocorreu em “Moulin Rouge”, a cenografia, o figurino e, sobretudo, a trama, acontecem em uma determinada década, mas, em sua trilha sonora, o jazz foi substituído por rap e pelo pop de Lana Del Rey e da banda Florence and the Machine.

De novo segundo crítica da “Folha de S.Paulo”, “O Grande Gatsby” visa impressionar o espectador por meio do “excesso” e “seduzi-lo com falsos brilharecos, incluindo o dispensável 3D”. O filme é realmente belo esteticamente, mas superficial: “Talvez falte a Luhrmann o olhar de Nick [Carraway] – e, portanto, o de Fitzgerald – sobre o lado negro do sonho americano”, finalizou, com razão, o jornal.

+ Assista ao trailer de “O Grande Gatsby”:

fonte: FFW

11 thoughts on “FFW: Première de O Grande Gatsby!

  1. I am not sure where you’re getting your information, but great topic. I needs to spend some time learning much more or understanding more. Thanks for fantastic information I was looking for this info for my mission.

  2. There are definitely lots of particulars like that to take into consideration. That may be a great point to convey up. I supply the thoughts above as basic inspiration however clearly there are questions just like the one you deliver up where an important factor can be working in sincere good faith. I don?t know if greatest practices have emerged around things like that, but I am certain that your job is clearly identified as a fair game. Each boys and girls feel the impact of only a second’s pleasure, for the rest of their lives.

  3. sgbc.sgindex.phpmember46411″ http:howmanycaloriesinasliceofpizza.nethow-many-calories-in-a-grapefruit , With havin so much written content do you ever run into any issues of plagorism or copyright infringement? My website has a lot of unique content I’ve either authored myself or outsourced but it appears a lot of it is popping it up all over the web without my agreement. Do you know any methods to help protect against content from being ripped off? I’d truly appreciate it.

  4. I just want to say I am just all new to blogs and actually loved your web blog. Most likely I’m want to bookmark your website . You really have good articles and reviews. Thank you for revealing your blog.

  5. Howdy! This post could not be written much better! Looking through this post reminds me of my previous roommate! He always kept talking about this. I am going to send this post to him. Fairly certain he’s going to have a good read. Thanks for sharing!

Comments are closed.